3 motivos para conhecer o Centro Histórico de Florianópolis

Que o principal destino da capital catarinense são suas lindas praias todo mundo já sabe. É a parada obrigatória do verão, certo? Mas e se o primeiro ponto das férias for o Centro Histórico de Florianópolis?

Um lugar pequeno que, em poucas horas, você é capaz de conhecer. Pode ser um novo amor localizado na ilha, além de render ótimas fotos para começar a sua viagem. Acompanhe este post e conheça 3 motivos para visitar esse ponto turístico!

1. História

A principal praça do Centro Histórico de Florianópolis é a XV de Novembro, onde está localizado, bem em seu centro, outro ponto histórico — a Figueira Centenária que, de acordo com os registros locais, nasceu em 1871.

Essa consagrada árvore carrega diversas superstições, como a de que andar em volta dela pode atrair dinheiro ou casamento, mas também pode ser uma bela parada para o descanso, onde as crianças podem se aventurar enquanto os pais apreciam a natureza ao redor.

O espaço conta também com alguns monumentos, como a Catedral Metropolitana de Florianópolis, erguida em 1678. Bem em frente está localizado o Palácio Cruz e Souza, onde está o Museu Histórico de Santa Catarina.

2. Comércio

A principal zona de comércio do Centro Histórico de Florianópolis é o Mercado Público, mesmo não sendo muito grande. Em suas instalações estão lojas de alimentos, roupas, artigos de artesanato, ervas e chás. No centro do Mercado Público ficam os restaurantes ideais para uma breve parada para apreciar a arquitetura do lugar.

A Casa da Alfândega, inaugurada em 1876, hoje é o ponto central de artesanato. Então é bem possível que dali você já consiga comprar alguma lembrancinha para a família.

No local também está o Monumento às Rendeiras, onde se unem uma cerca de bilros — instrumentos usados pelas rendeiras, mas que podem ser facilmente confundidos com pinos de boliche se vistos rapidamente.

3. Monumentos

Outras belas construções estão localizadas no Centro Histórico de Florianópolis, como a Praça Fernando Machado e seu pequenino Museu de Saneamento. 

O Museu de Saneamento foi a primeira Estação de Elevação Mecânica de Esgotos, fundado em 1909, que hoje parece ter sido feito exclusivamente para o turismo. Isso porque tudo ao seu redor é tão vasto que fica difícil imaginar como uma estação daquele tamanho servia a enorme cidade que se transformou Florianópolis.

Não muito longe dali também está o Museu da Escola Catarinense, localizado no alto do morro, que por muitos anos abrigou escolas e faculdades. Mas foi somente em 1992 que se tornou o espaço do museu. Em 2013, o lugar passou por uma belíssima recuperação arquitetônica e hoje pode ser visitado diariamente.

A primeira igreja construída no Centro Histórico de Florianópolis — a Catedral Nossa Senhora do Desterro — também merece uma visitação, principalmente por se tratar de um monumento histórico. As primeiras construções surgiram entre 1753 e 1773, mas em 1922 foram acrescentadas 2 torres e 5 enormes sinos para completá-la.

Se optar por encerrar o roteiro pela Catedral é possível descer a rua e voltar até a Praça XV, mas se ainda estiver no clima de turismo indicamos o que fazer em Florianópolis mesmo com chuva!

Deixe um comentário