5 regras de etiqueta em viagens corporativas!

Regras de etiqueta em viagens corporativas

Regras de etiqueta variam de acordo com a ocasião: seja em um jantar romântico ou até mesmo em um encontro de negócios, há sempre um conjunto de ações que podem garantir o bom relacionamento dos indivíduos. Quando se trata de viagens corporativas não é diferente: há também uma série de atitudes que podem ser tomadas para manter a boa imagem do profissional e garantir que a viagem seja um sucesso.

Evitar determinados hábitos ou comportamentos quando em viagens pela empresa pode ser fundamental para trazer bons resultados tanto profissionais quanto pessoais, dentro e fora da empresa.

Por isso, fique atento a 5 regras de etiqueta em viagens corporativas que separamos para você. Confira abaixo:

Como se portar em viagens corporativas?

1. Comporte-se profissionalmente

Quando em viagens corporativas, o profissional representa a empresa em que trabalha. Portanto, nada melhor do que passar uma boa impressão, certo?

Cordialidade, iniciativa e pré-disposição para resolver as coisas são algumas das ações essenciais para uma boa impressão sobre o profissional e sua respectiva empresa. Além disso, é importante ser discreto: com certeza sua empresa quer ser lembrada pelo trabalho que realiza, não por um funcionário que chama muita atenção na hora errada.

2. Seja pontual

O que parece ser óbvio muitas vezes acaba passando despercebido. Chegar atrasado a encontros ou reuniões pode causar uma péssima impressão. Em alguns países como a Inglaterra, por exemplo, a pontualidade é respeitada ao máximo, não sendo permitido atrasos, por mínimos que sejam.

Portanto atente-se aos horários e programe-se para chegar sempre com antecedência às atividades marcadas.

3. Respire a cultura local

Antes de fazer a sua próxima viagem corporativa, atente-se ao seu destino. Pesquise o máximo que puder sobre a cultura do local em questão. Questões como gastronomia, formalidades, cumprimentos, dentre outras são essenciais para evitar qualquer desconforto.

É importante também estar preparado para novas experiências, tanto sociais quanto gastronômicas, tendo em vista que você pode estar em outro país muito diferente do seu.

E não se esqueça: caso infrinja ou desrespeite a cultura local ao cometer alguma gafe, lembre-se de pedir desculpas e deixar claro que ofender não foi sua intenção — afinal, um pedido de desculpas sincero pode ser a solução.

4. Não gaste o que não é seu

Na hora de gastar, é importante não desembolsar os recursos da empresa com itens pessoais ou que não tenham relação com a viagem em si. Práticas como não usar o telefone corporativo para uso pessoal ou até mesmo deixar de consumir os itens do frigobar no hotel são alguns exemplos de bom profissionalismo e senso de ética.

Ainda, é importante ressaltar que a prática de modificar valores de notas e recibos (na hora de pedir o reembolso, aumentar o valor da nota em relação ao valor real gasto), além de não pegar bem e ser extremamente antiético, pode até mesmo causar a demissão do funcionário.

Portanto, na hora de utilizar os recursos financeiros da empresa, mantenha a ética profissional e responsabilidade e seja o mais transparente possível.

5. Vista-se adequadamente

Na hora da vestimenta, é importante manter a simplicidade e não exagerar, sempre se adaptando e respeitando a cultura local.

Procure também economizar na hora de preparar a mala, levando apenas o que realmente usará, para não ficar sobrecarregado com itens desnecessários. Você pode escolher peças em tons neutros, que são fáceis de combinar, e maximizar as opções mesmo levando menos itens.

E então, gostou das nossas dicas sobre regras de etiqueta para viagens corporativas? Então não deixe de acompanhar nossas redes sociais (FacebookTwitterYoutubeInstagram) e ficar sempre por dentro do melhor conteúdo do mundo do turismo!

1 Comentário

Deixe um comentário

Blog Belaturismo
Assign a menu in the Left Menu options.
Assign a menu in the Right Menu options.