Passeio para o Santuário Madre Paulina: saiba como organizar

O Brasil é repleto de pontos turísticos e belos locais para passeios em família ou em grupo e uma dessas opções é o Santuário Madre Paulina, voltado para quem se interessa por turismo religioso e deseja saber mais sobre a história da época em que viveu a primeira santa brasileira.

O Santuário fica em Nova Trento e recebe a visita de turistas de diversas regiões. Ele conta com uma extensa área verde, onde os visitantes podem passear, contemplar a natureza e acessar diferentes ambientes dentro do complexo.

Quer saber mais sobre esse passeio e como organizá-lo? Continue a leitura e veja nossas dicas!

O Santuário Madre Paulina

Madre Paulina ficou conhecida por se tornar a primeira santa brasileira — embora ela tenha nascido na Itália, passou a maior parte de sua vida no Brasil.

Em 1991, o Papa João Paulo II esteve em Florianópolis e beatificou Madre Paulina, que morou na cidade de Nova Trento e teve uma vida voltada para a fé, humildade, caridade e orações. Depois, em 2002 ela foi canonizada como Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus.

O Santuário foi inaugurado em 2006 e tem boa infraestrutura, com estacionamento, restaurante, hotel e centro comercial, além de espaços para oração, contemplação da natureza e conhecimento histórico, tais como o Museu da Seda, a Capela Nossa Senhora de Lourdes, a Casa do Colono e a Trilha Mariana.

Como organizar o passeio

O Santuário de Madre Paulina está localizado em Nova Trento, a cerca de 90 km de Florianópolis, sendo assim, a visita pode ser feita em um dia, mas quem deseja conhecer melhor a região pode prolongar a estadia. Veja as principais dicas para organizar o passeio:

Analise o perfil dos viajantes

Se seu objetivo for organizar uma viagem em grupo, ou em família, é importante identificar o perfil dos viajantes e avaliar se ela será interessante para todos. Outra dica é verificar se algum integrante tem dificuldade de locomoção ou problemas de saúde e se está apto a participar do passeio.

Estabeleça a programação

Outro passo para a organização da viagem é definir a programação e a duração dela. Em passeios de um dia é necessário marcar a saída em um horário cedo para que todos consigam aproveitar o período com tranquilidade.

A viagem entre Florianópolis e o Santuário dura cerca de 2 horas para ida e outras 2 horas para volta, sendo assim, considere esse fator para definir o horário de saída e chegada.

Se a ideia for visitar a região por mais de um dia e conhecer cidades próximas como São João Batista, conhecida como a capital catarinense do calçado, ou Brusque, a cidade do tecido, analise as opções de hospedagem e escolha aquela que for mais adequada ao perfil de seus acompanhantes e ao orçamento disponível.

Defina o transporte

A melhor forma de chegar ao Santuário Madre Paulina é de carro, e investir em um transfer privativo pode ser uma opção interessante, pois assim você garante o conforto de todos.

Uma boa alternativa, tanto para uma excursão em grupo quanto uma viagem em família, é contar com uma empresa de turismo para organizar o passeio e o transporte. Dependendo da quantidade de pessoas, a viagem poderá ser feita de carro, van ou micro-ônibus.

Sair um pouco da rotina e conhecer um lugar novo é uma atitude significativa para a saúde física e mental e a visita ao Santuário de Madre Paulina pode ser positiva para isso. Aproveite as dicas do texto e realize esse passeio!

Ficou interessada em conhecer esse destino? A Belatur organiza passeios para a região. Entre em contato e saiba mais!

Deixe um comentário