O que não pode faltar para proteção do seu bebê na praia

Nada melhor que curtir as férias com a família no litoral, não é mesmo? O que não falta é água, calor e muita diversão nesses lugares. Mas e quando o grupo inclui crianças? Quais atitudes os pais devem tomar ao levar o bebê na praia?

O primeiro cuidado é elaborar uma lista de itens importantes antes de sair de casa. Ela deve conter recursos que ajudem a manter a saúde da pele, a alimentação e a higiene dos pequeninos em dia. 

Para facilitar seu planejamento, preparamos um artigo repleto de dicas. Leia e saiba o que levar durante o passeio com filhos pequenos!

Filtro solar

A pele de uma criança é muito sensível e precisa de atenção redobrada para que não apresente queimaduras. Por essa razão, especialistas recomendam que os pais só levem o bebê na praia a partir dos 6 meses de idade. A orientação de evitar exposição ao sol entre 10h e 16h também vale em viagens ao litoral.

Para proteger seu filho, use um filtro solar livre de fragrâncias e corantes — essas substâncias aumentam o risco de alergias. Aplique o produto 20 minutos antes de ir à praia e reaplique a cada 2 horas. Se possível, alie o uso do protetor com um guarda-sol que ofereça sombra para toda a família.

Vestimenta adequada

Roupas leves e de cores claras são perfeitas para manter o bebê confortável na praia. Além, claro, de sungas, biquínis e maiôs, você pode levar bermudas, camisetas e calças de algodão que permitam a transpiração e não irritem a pele delicada das crianças. Inclusive, já existem peças infantis que empregam tecidos tecnológicos com proteção solar.

A cabeça também pede cuidados com bonés ou chapéus adequados ao tamanho do bebê. Além de evitarem o contato do couro cabeludo com o sol, previnem a irritação dos olhos em um local aberto e com muita claridade.

Água e alimentos frescos

A desidratação é um problema comum em regiões muito quentes. Por isso, não se esqueça de providenciar muita água mineral. Sucos naturais diluídos e chás são alternativas interessantes, mas devem ser preparados e levados pela família.

Papinhas leves, frutas e hortaliças também são boas opções para nutrir o bebê na praia porque contêm muito líquido, vitaminas e minerais. Mas atenção: lave bem cada alimento e guarde tudo em uma bolsa térmica para evitar a deterioração.

Outro cuidado é jamais oferecer produtos comprados em barracas ou de ambulantes ao seu filho. Afinal, você nunca terá certeza sobre a procedência e o prazo de validade dos ingredientes. Se não forem preparados da maneira correta, podem causar mal-estar, diarreia e até intoxicação alimentar.

Repelente de insetos

Você também deve ficar de olho nos pernilongos e borrachudos ao passear no mar com crianças. Se o bebê ainda não completou 6 meses, o ideal é deixá-lo no carrinho ou em uma barraquinha equipada com tela/mosquiteiro. Caso já tenha passado dessa idade, pode receber repelentes tópicos especiais em todo o corpo.

Mas os mosquitos não são o único perigo. É importante verificar a existência de outros bichinhos nas proximidades, a exemplo de vespas, caranguejos e até besouros. De tempos em tempos, observe o entorno para evitar que seu filho interaja com animais que possam machucá-lo.

Toalha ou esteira

A areia da praia, especialmente nas porções mais secas, pode conter fezes de animais, parasitas e bactérias bem perigosas. É extremamente importante supervisionar as brincadeiras no solo e não deixar que a criança leve os grãos à boca, a fim de evitar doenças e infecções.

Uma ótima forma de manter seu filho longe de perigos é colocá-lo sempre sobre uma toalha grossa ou esteira. A piscina inflável também é um recurso interessante porque evita o contato com a areia e ajuda a refrescar em dias muito quentes.

Pronto! Você já pode organizar as malas e ter a segurança de que estará protegendo corretamente o seu bebê na praia. Não se esqueça de levar, também, muitos brinquedos e passatempos para animar toda a família no destino escolhido.

Conhece pessoas que poderiam tirar proveito de nossas dicas? Então, compartilhe o post em suas redes sociais e leve as orientações para quem precisa!

Deixe um comentário