Não perca 5 motivos para investir no turismo de experiência

O turismo de experiência é uma modalidade que incentiva o viajante a se aprofundar na história, na culinária e nos costumes locais. Esse formato de viagem é uma boa opção para diversificar o roteiro das férias ou mesmo para ser aplicado em viagens de incentivo e premiações de empresas.

As companhias que oferecem premiações aos seus colaboradores, geralmente, buscam estratégias inovadoras para encantar os profissionais, e investir em turismo de experiência pode ser uma boa estratégia. Além disso, a viagem aumenta a bagagem cultural do viajante.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue com a leitura e veja 5 motivos para investir no turismo de experiência!

1. Permite a troca cultural

Uma das principais vantagens do turismo de experiência é a troca cultural. Nesse estilo de viagem o turista sai um pouco dos roteiros tradicionais e se aprofunda no cotidiano da comunidade. Tal fato, permite que o viajante converse com moradores, participe de atividades diferentes e tenha um conhecimento maior da cultura da região.

2. Estimula o aprendizado

Além da troca cultural, os roteiros de experiência ainda incentivam o desenvolvimento de habilidades. Em alguns destinos é possível participar de oficinas de escultura ou cerâmica, de culinária, colheita de frutas, etc.

Esse formato de viagem promove, também, o aprendizado histórico. Muitos locais são dotados uma grande importância histórica e cultural, como é o caso da Rota do Descobrimento, no sul da Bahia. Nesse roteiro o viajante poderá apreciar belas paisagens, provar da culinária regional e conhecer mais sobre a história do Brasil.

3. Amplia os horizontes do viajante

A realidade e os costumes das pessoas são diferentes em cada local e o turismo de experiência permite, por isso, ampliar os horizontes dos viajantes, contribuindo com a troca cultural e o respeito às diferenças.

Uma das atividades de experiência, por exemplo, é a visita à Favela de Santa Marta, no Rio de Janeiro. Por lá, o visitante poderá entender melhor a história e a realidade da comunidade.

4. Permite conhecer novos sabores

O turismo de experiência pode ter diferentes focos e um deles é a gastronomia. Esse estilo de viagem incentiva o turista a provar e aprender sobre a culinária local. Em alguns casos é possível participar da produção e da colheita dos alimentos ou, ainda, ir a jantares na casa dos moradores.

Belém, é um destino interessante para quem deseja conhecer os temperos e sabores da Amazônia. Já em Florianópolis, em uma das experiências gastronômicas, o turista tem a chance de visitar uma fazenda de ostras, entender o processo de cultivo e provar a iguaria.

5. Incentiva o crescimento pessoal

Após vivenciar novas experiências, costume e realidades, o turista voltará da viagem com um grande aprendizado e uma maior bagagem cultural, o que contribui diretamente com o seu crescimento pessoal.

Além disso, alguns roteiros envolvem atividades de aventura e estimulam o contato com a natureza, a resistência e a superação de obstáculo, como um passeio de balão, rotas de bike e passeios em trilhas.

Fazer turismo de experiência é uma forma diferente de conhecer o destino e é possível investir em roteiros e passeios em várias regiões, tanto no Brasil como no exterior. Sendo assim, pode ser uma boa opção para as próximas viagens.

Gostou de saber mais sobre o turismo de experiência? Quer outras dicas para diversificar os roteiros de viagem? Então, confira o nosso outro artigo e veja 5 opções de trilhas indispensáveis em Santa Catarina!

Deixe um comentário